Os princípios da competitividade parte 1

Em indústrias de manufatura, a função de fabricação representa o grosso do ativo e a maior parte de colaboradores, mas é um equívoco pensar na fabricação como “o grosso” do ativo a fabricação é a verdadeira raiz da empresa, segundo Slack a fabricação são “os ossos, nervos e músculos” da indústria de manufatura. Com uma função de fabricação enxuta, saudável, é possível criar fortes alicerces para a empresa e assim suportar os ataques da concorrência, principalmente quando a concorrência é o tão temido mercado asiático (Chineses).

Não importa o quão seja bem definida a estratégia de uma empresa, se a função de fabricação for “doente” toda a estratégia estará comprometida.

A estratégia somente fará sentido se puder ser operacionalizada. Não que a estratégia não seja importante, muito pelo contrário, mas deve estar bem alinhada com o alicerce bem construído da função de fabricação.

Trabalhamos para criar uma função de fabricação forte e que esteja sempre alinhada com as estratégias da empresa suportando os ataques de concorrentes, principalmente o mercado Chinês!

Um bom exemplo do que estamos relatando pode ser lido no Blog do Marcondes no post: http://blogdomarcondes.cimm.com.br/2012/02/22/harb-e-os-chineses

Não há segredo basta tornar sua função de fabricação forte e enxuta!

Posted in Manufatura, Produção enxuta and tagged Fabricação, Padronização, Processos.

Deixe uma resposta